quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Imanência (II)

Porque eu sinto, sim eu percebo
Sou os piores dos perdidos
E a dor que inunda meu ser inteiro
Canta de momento nunca vividos.

E se faltam dizeres pra mostrar
Da aflição que me prende a mim
Finjo a alegria para em mim atar
Uma historia, imaginada, sem fim.

Mas Tua Graça, ainda me completa
Ainda me diz ditos inaudíveis
Ainda me mostra na escuridão certa
A clareza de mundos  invisíveis.

3 comentários:

  1. Lindo, caro Wauker.
    A sonoridade ficou perfeita.

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito desse "Sr. Metrificado" ahah
    Gostei ainda mais do último parágrafo!
    =]]]]

    ResponderExcluir
  3. Poxa, muito bom! Ameii
    Sucesso jovem Walker!

    ResponderExcluir

Filosofe:

About me